Opinião

A força dos educadores

22687771_1095698637251896_8689628474428493157_n
Quase 60 dias de greve. Uma das maiores greves que já se viu por estas bandas.
Somadas todas as greves, até agora já foram 160 dias em que os educadores cruzaram os braços durante o “desgoverno” Sartori.

Isso demonstra o quanto ele jogou contra a educação e os educadores. Mostra sua gana em dobrar este que é, sempre foi, uma das maiores forças políticas do estado.
Mas, mesmo depois de uma queda de braço violenta, com um inimigo muito forte e com um vasto arsenal de ameaças, e chegando a 60 dias em greve, os educadores encontram-se muito fortes. A assembleia deste dia 31/10 é pra ficar na história do CPERS/Sindicato.

Mesmo sofrendo revezes, ameaças, não houve o esvaziamento da greve. O que se viu na Praça da Matriz nesta terça-feira foi uma demonstração de grande força da nossa categoria. 4 mil educadores reuniram-se depois de 56 dias de greve e decidiram, de forma unânime, pela continuidade da greve.

Avaliaram a proposta do governo de forma madura, acolhendo aquilo que vem de encontro às reivindicações da categoria e propôs levar a discussão para as bases do sindicato. Simbolicamente, e isso tem peso tremendo na política, os educadores gaúchos deram uma demonstração de força grandiosa.

Em que pese as diferenças de pensamento presentes no sindicato, prevaleceu a unidade, a serenidade e principalmente, o sentimento de que um adversário tão poderoso pode sim ser derrotado. É já foi, principalmente na frente política. Não tem mais maioria na Assembleia Legislativa. Acena com a retirada de um projeto que já havia aprovado em primeiro turno mas que sabe não aprovará na decisão final de segundo turno.

Com a base esfacelada, aliados lançando seus próprios candidatos ao Piratini e vendo o projeto reeleição cada vez mais distante, não resta quase nenhuma munição no arsenal do governo. Isolado politicamente e olhando pela janelinha do Piratini e vendo uma Assembleia histórica dos educadores, ao governo agora cabe apenas a saída honrosa: apresentar uma proposta melhor à categoria para que possamos retornar às nossas escolas com sentimento de dever cumprido e a notória altivez vitoriosa que lhes cabe com toda a certeza.

Avante educadores! A vitória é nossa!

Cléber Custódio Duarte – 32º Núcleo do CPERS/Sindicato – Taquara

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s