Opinião

NOTA DE REPÚDIO

notaderepudioCTBEducação

A CTB Educação – RS repudia veementemente a violência com a qual foram tratados os atuais reitor e vice-reitora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG),conduzidos coercitivamente na manhã de hoje, após invasão feita pela Polícia Federal às instalações daquela faculdade.

Jaime Arturo Ramírez e Sandra Goulart Almeida foram alvo da Operação Esperança Equilibrista, que apura a não execução e o desvio de recursos públicos para a construção e implantação do Memorial da Anistia Política do Brasil.
A ação da Polícia Federal desrespeita toda e qualquer garantia constitucional legal, além de atropelar o direito ao devido processo jurídico.

A condução sob vara (coercitiva) é um instituto excepcional, que só se justifica quando esgotadas as tentativas regulares de colheita da prova.

Professores e integrantes da comunidade acadêmica denunciaram a ação por meio das redes sociais. Há denúncias também de que os advogados dos acusados sequer puderam ter acesso aos autos do processo.
O avanço do Estado de Exceção que estamos vivenciando no Brasil acontece abertamente, sem o menor pudor. Atentos a isso, devemos organizar maior e mais firme resistência à essas práticas truculentas e autoritárias, reunindo todo campo progressista e de todos os defensores da liberdade do povo brasileiro em torno dos ideais democráticos que sempre defendemos.
Como educadores nos colocamos ao lado da comunidade da UFMG em apoio à essa instituição tão relevante para o Brasil.

CTB Educação – RS
Educar e lutar pra valer!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s